Doria decreta luto oficial enquanto durar pandemia em São Paulo


O governador de São Paulo, João Doria, decretou luto oficial em todo o estado, a partir desta quinta-feira (7), até quando durar o período de pandemia do coronavírus. Segundo Doria, o objetivo da medida é lembrar os mortos por coronavírus no estado. O decreto será publicado no Diário Oficial de amanhã.
“Lamentavelmente, ultrapassamos 3 mil mortos com coronavírus, maior volume da história do estado de São Paulo, em circunstância de apenas 60 dias. Em respeito a famílias e amigos desses que perderam suas vidas, amanhã o Diário Oficial virá com o decreto de luto oficial em todo o estado, enquanto a crise do coronavírus e a pandemia perdurarem. Será um gesto de solidariedade”, disse Doria.
Até este momento, São Paulo tem 37.853 casos confirmados de coronavírus, com 3.045 mortes. A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) está em torno de 67,2%, com 86,6% de ocupação na Grande São Paulo. Há 3.404 pessoas internadas em UTIs em todo o estado, com suspeita ou confirmação de coronavírus, além de 5.197 em tratamento em enfermarias.
"Queria reforçar a questão do número de óbitos para que as pessoas olhem para esses números e procurem se salvar em casa. Ficar em casa significa se salvar, para que não se exponha e não adquira a doença e não seja mais um caso confirmado em São Paulo. Isso vai passar. Nós vamos vencer, mas precisamos tomar muito cuidado agora, porque estamos brincando com a sorte", afirmou o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann.
Para Doria, o Brasil deve “se tornar o novo epicentro mundial da pandemia”, já que o coronavírus “está se espalhando rapidamente para cidades menores do país”.  O país já tem mais de 114 mil casos confirmados de coronavírus, somando quase 8 mil mortes.

Poupatempo Digital

Doria lançou hoje o aplicativo Poupatempo Digital, que disponibilizará mais de 60 serviços de forma online, tais como emissão da segunda via e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), emissão da carteira de trabalho digital, atestado de antecedentes criminais e o acesso ao seguro-desemprego.
O serviço pode ser baixado na loja de aplicativos de seu celular (Google Play ou App Store), buscando por Poupatempo Digital. O download do aplicativo é gratuito, mas é preciso fazer um cadastro.
“No momento do distanciamento social, da dificuldade natural que as pessoas têm por conta da orientação de ficar em casa, a utilização do serviço digital facilita e poupa o tempo das pessoas", destacou o governador. “Você não precisa e não deve sair de casa”, disse Doria, enfatizando que ter acesso aos serviços pelo celular.

Documentos para população de rua

O governador informou que a Secretaria de Segurança Pública promoverá, a partir de hoje, mutirões para atendimento de pessoas em situação de rua, ajudando-as a obter documentos de identidade para que, com isso, possam ter acesso ao benefício emergencial do governo federal.
Segundo a secretaria, a ação será realizada diariamente, por agendamento, no centro da capital paulista. Os atendimentos serão feitos na sede do Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras), na Rua Riachuelo, no Largo São Francisco, somente mediante agendamento prévio realizado pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), com apoio da Defensoria Pública.
Os interessados poderão marcar dia e horário pelo telefone (11) 3311-3202.
A secretaria estima que atenderá, inicialmente, 40 pessoas por dia.

Centros de idosos

Após a notícia de mortes de idosos por coronavírus em centros de acolhida e asilos nas cidades de Piracicaba e Hortolância, no interior paulista, o governador anunciou a destinação de R$ 3 milhões para os centros que atendem idosos em todo o estado.
Segundo Doria, a medida deve beneficiar 19 mil idosos em 590 abrigos. “Os recursos já foram disponibilizados e liberados de acordo com os serviços sociais já cadastrados”, informou o governador.
De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social, Celia Parnes, o dinheiro será usado para a compra de máscaras, luvas e produtos de higiene pessoal para esses centros, além de ações de vacinação para gripe, testes rápidos para covid-19 e substituição de recursos humanos.
O valor para cada município levará em conta a quantidade de equipamentos e a capacidade de atendimentovde cada um.
Fonte: agência Brasil.

Fale conosco

Curta nossa página